Sou good vibes, parça!

11:27


Sabe quando você tem um monte de coisas que quer falar e não sabe como começar? Então, sou eu nesse exato momento hahaha. Mas vamos lá.
Eu sempre fui uma pessoa que falava o que queria, doa a quem doer e não me importava muito com o que isso iria causa na vida de outra pessoa. Eu sempre fui uma pessoa que não tolerava nada que não me agradava e sempre me irritava. Sem alguém fazia alguma brincadeirinha comigo e eu não curtia eu ja colocava a pessoa na minha listinha negra. Mas com eu ja contei para vocês, no ano passado levei vários tombos e conheci um lado diferente de pessoas em quem eu confiava. Eu fiquei arrasada com essas coisas e não sabia o que fazer. Minha mãe frenquenta o centro espirita e adora as palestras que rolam lá e sempre que ela chega em casa conta sobre o que aprendeu, então acabei aprendendo muitas coisas com ela sobre coisas negativas e positivas e me lembrei de tudo isso quando levei esse baque no ano passado. Percebi que eu estava atraindo muita energia negativa para a minha vida, sempre dizendo coisas negativas e com tanto ódio, e por isso acabei atraindo pessoas não tão boas como eu pensava.
Em todas essas vezes em que essas pessoas me decepcionaram e me deixaram na mão a minha vontade era de gritar e brigar com quem eu visse na frente, mas me lembrei de todas as coisas que minha mãe me ensinou (~bjo mãin~), respirei fundo e deixei pra lá. O que iria adiantar eu sair gritando com todo mundo? Nada né.
A partir daí comecei a minha nova ~filosofia de vida~hahaha, ela consiste basicamente em afastar tudo e todos que forem energias negativas na sua vida. Cortei relações com todas essas pessoas e me cerquei de pessoas legais e que só querem  o meu bem. Além disso parei de pensar negativo, coisa que fazia muito antes. Comecei me animar com as pequenas coisas do dia a dia e parece que tudo isso fez eu ver a luz no fim do túnel. Do final do ano passado até agora conheci tanta gente maravilhosa e que só quer uma amizade verdadeira, e eu nunca pensei que iria encontrar pessoas assim.
Mas Mariana, qual é o seu ponto? Você virou hippie por acaso?
Meu ponto é: Ultimamente, em todos os lugares, na sala de aula, no trabalho, na tv, na internet, a única coisa que se vê é discurso de ódio, agora me diz: pra que? Em todo lugar tem alguém odiando uma pessoa e gritando pra todo mundo ouvir. O que eu quero mostrar com esse texto é que o ódio não te leva a lugar nenhum. Você não gosta de uma pessoa? Guarda pra você, não precisa sair ofendendo, isso não te leva a lugar nenhum. Pare de conviver com a pessoa, ignore, corte as relações, exclui do facebook e tudo mais. Esquece que a pessoa existe e continua cuidando da sua vida, você vai perceber como as coisas começam a ir para frente. Parece clichê mas felicidade é sim uma escolha, você pode estar passando por um momento difícil mas deve se lembrar de sempre olhar as coisas de um jeito positivo. Eu não estou dizendo que é proibido ficar triste, isso é completamente normal e sempre bate aquela onde de tristeza as vezes, mas não precisa ser triste o tempo todo e achar que sua vida não tem mais sentido, dizer que não quer mais viver, etc. Aprecie as pequenas coisas que te fazem feliz e aproveite ao máximo.

Além de aprender coisas com a minha mãe esse ano fiz CFC e estranhamente foi um lugar onde eu aprendi muito mais sobre a vida do que sobre o transito em geral. O cara que dava as aulas passava muito videos que passavam mensagens positivas e ele conversava bastante sobre praticar atos de gentileza, seja no transito ou não, e ver o impacto que isso causa na nossa vida. Ele ensinou muito mais do que coisas sobre o transito. Eu sempre saía muito feliz depois das aulas e tudo o que eu aprendi eu repasso para os outros, formando, como ele mesmo diz, uma corrente do bem.
Eu acho engraçado, que nas redes sociais todo mundo é santo e moralista. Fica postando "mais amor por favor" e essas outras frases feitas, mas na hora da fofoca na rodinha de amigas é a primeira a falar mal da vida de todo mundo. Aliás, aí vai uma dica: Se você conhece alguém que é assim, cuida da vida de todo mundo menos da dela ta na hora de sair de perto, porque eu te garanto, do mesmo jeito que ela cuida da vida dos outros, quando você vira as costas ela ta dando pitaco e criticando tudo na sua vida também. E se você está fazendo planos para alguma coisa que você quer, seja passar na faculdade, comprar um carro, casar, ou qualquer coisa assim, não conte para esse tipo de pessoa pois serão os primeiros assistindo de camarote e torcendo pra você falhar.
Esse tipo de pessoa não te leva a lugar nenhum e ninguém gosta. Então além de afastar esse tipo de pessoa, meu outro conselho é: Não se torne essa pessoa. Se você perceber que está mais preocupado com a vida alheia do que com a sua ta na hora de parar, né?
Bom, por hoje é isso, nada especial no post de hoje, apenas um desabafo. Se você esta passando por alguma situação como a minha do ano passado, espero que esse texto te ajude a abrir os olhos. Ah! E não precisa se preocupar em 'perder' essas pessoas e ficar sozinha, te garanto que cortando essas coisas e pessoas ruins você vai abrir um espaço na sua vida para as coisas boas. Esqueçam essa historia de os opostos se atraem, em vez disso lembrem-se de que energias boas atraem coisas boas.
Ah! E eu não virei hippie não, eu juro!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Eu não ligo para as pessoas, sabe? Eu não ligo para o que dizem de mim, para o que estão pensando de mim... É por isso que eu nunca me decepciono. Porque todo mundo é falho, todo mundo tem defeitos, e eu não crio expectativas nelas. Pra mim dar certo.

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir

Gostou? Me conte aqui!

No G+