O dia em que eu sobrevivi ao apocalipse

07:28


É com muita vergonha que eu começo esse post porque dei uma sumidinha básica hehehe, me desculpem. Mas agora voltei, uhu!
Vi que bastante gente gostou do post sobre o Wattpad então eu estou super feliz por ter sido útil e por vocês terem curtido!
O post de hoje vai ser apenas eu falando um monte de baboseiras (como sempre).
Eu gosto de postar um dia sim um dia não, então como meu ultimo post foi no dia 4, o próximo deveria ser dia 6, porém meus amigos vieram em casa e eu acabei passando a tarde com eles, e no dia seguinte foi feriado e eu estava com preguiça de tudo! Além disso comecei a ler um livro maravilhoso e esqueci do mundo. Então o planejado era que eu postasse na terça, porém o inesperado aconteceu.
Eu tinha acabado de almoçar, meu pai foi para o trabalho e minha mãe foi em uma cabeleireira e amiga dela. Enquanto isso minha irmã estava na escola e eu acabei ficando sozinha em casa.
Desde o inicio da semana o tempo aqui na minha cidade estava nublado. mas não caía uma gota do céu, até que ontem a tarde, enquanto eu estava all by myself, começou finalmente a chover.
De repente comecei a ouvir uns barulhos muito altos e estranhos e o vento começou a uivar nas frestas das janelas. Quando eu olhei pela janela eu vi um monte de nada! A chuva e o vento estavam tão fortes que não dava pra ver nada na rua. Comecei a ouvir mais barulhos vindo do fundo da minha casa e fui olhar pela janela do meu quarto e vi um caos. As telhas estavam voando, caindo e quebrando, o tanquinho e tudo mais que tinha no fundo de casa começou a voar, a porta do armario que tem no fundo de casa se abriu, as roupas do varal da vizinha vieram parar no meu quintal, o toldo dela rasgou, a agua começou a tomar conta do quarto dos meus pais, a energia caiu, foi uma loucura! Eu estava só esperando olhar pela janela e ver uma vaquinha voando.
faltou pouco pra eu ver uma cena dessas em full HD

 Eu jurava que a casa não iria aguentar e eu iria morrer! E o pior é que não tinha o que eu fazer, se eu saísse de casa eu provavelmente sairia voando.
 Então o que eu fiz? Sentei no sofá e voltei a ler meu livro enquanto rolava o apocalipse do lado de fora da minha casa.
Depois de algum tempo a tempestade acalmou e meu pai me ligou pra saber se tava tudo bem, ele disse que lá na oficina dele também não dava pra sair, de tão forte que estava a chuva e o vento. Alguns minutos se passaram e minha mãe chegou em casa com a minha irmã. Na hora da tempestade ela estava na cabeleireira e a moto da mulher saiu voando e quase atingiu o carro da minha mãe! Ja a minha irma estava na escola esperando minha mãe passar pra buscar ela e as cadeiras e mesas da lanchonete do outro lado da rua começaram a voar e parar no pátio onde ela estava!
Minha mãe não se conforma até agora que eu não liguei pra ninguém pra pedir socorro, mas o que ia adiantar eu ligar pra alguém? Tava todo mundo na mesma situação.
O que eu deveria fazer (de acordo com a minha mãe) :
"SOCORRO, ALGUÉM ME AJUDA, É O FIM DO MUNDO"
O que eu realmente fiz:
"Vou ficar aqui lendo de boinhas enquanto o mundo acaba"
Depois que tudo se acalmou e todo mundo estava bem eu liguei para o meu amigo que mora perto de mim porque ele estava sozinho em casa, a mãe dele estava fora da cidade, e chamei ele pra vir pra minha casa. Quando ele chegou contou que na hora da tempestade ele estava no centro da cidade, em uma lotérica, as pessoas se assustaram e uma mulher chegou a ter um ataque de panico! Ele disse que muitos fios dos postes se arrebentaram e começaram a soltar faíscas, os semáforos começaram a piscar e o transito ficou uma loucura.
A energia só foi voltar a noite e foi aí que nós conseguimos ver o tamanho do estrago na cidade. Várias arvores caíram, muitas em cima de carros, várias casas foram destelhadas, outras foram completamente destruídas ou soterradas, teve até uma mulher dando a luz na hora da tempestade e teve que se virar sozinha porque os bombeiros tinham mais de 200 ocorrências para atender! Foi um completo caos.
 Está todo mundo tentando colocar a vida de volta aos eixos depois de toda essa loucura, a energia ja voltou na maioria dos bairros mas a cidade inteira está sem água e não temos ideia de quando vai voltar.
Além disso um ginásio de esportes está aberto para acolher as familias desabrigadas e esta aceitando doações de mantimentos, colchões, roupas e tudo mais que puder ajudar essas familias.
É incrível como a gente vê essas coisas na tv e pensa que nunca vai acontecer com a gente, né? Juro que na hora da tempestade tudo o que eu conseguia pensar era que o que estava acontecendo era a mãe natureza se revoltando depois de tudo o que o ser humano causou ao planeta terra (Eu sou de humanas gente, me deixa!).
Bom, mas agora ja passou e eu posso dizer que sobrevivi a um apocalipse. #sobrevivente.
Brincadeiras a parte, muitas familias foram abaladas e perderam tudo! As doações estão ajudando mais ainda não é o bastante pois os materiais de construção triplicaram de preço depois do temporal. É incrivel como tem gente que gosta de se aproveitar da desgraça dos outros pra ganhar dinheiro, é muito triste ver isso.
Bom, o post de hoje é só uma atualização da minha sumida e do que aconteceu mesmo, espero que não haja outra tempestade e que todas as familias aqui da minha cidade possam ser ajudadas.
Beijos, e até o próximo post!

You Might Also Like

3 comentários

  1. Ma que loucura tudo isso.
    A melhor parte é o que eu poderia fazer.. Há já sei, vou ler meu livro rs. Isso é muito eu, na hora do desespero eu sempre fico calma.
    Uma vez na escola em que eu trabalhava uma criança abriu a testa na quina da mesa, todos estavam enlouquecidos e não sabiam o que fazer. Eu calmamente peguei o menino estanquei o sangue, vi o osso dele exposto, fui para o hospital vi o médico aplicando a anestesia na carne, vi os pontos e tudo mais, sem crise, de boa.
    Quando voltei pra escola, simplesmente surtei até com falta de ar fiquei hahahhha
    Amei esse post, sério.
    Que bom que está de volta. Bjos

    ResponderExcluir
  2. Siiim, eu tbm sou assim, em uma situação critica eu fico super calma e minha mãe não se conforma, ela diz que eu sou muito sossegada hahahah. Na sua situação eu não conseguiria ajudar muito porque eu passo mal quando vejo sangue hahaha Beijos Mila!

    ResponderExcluir
  3. Adoreiii demais o seu post ♥
    Me identifiquei muito com vocês .. porque desde de pequena dou susto na minha mãe kkkk..
    Beijos ♥
    Venha conhecer meu blog :http://garotasslooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou? Me conte aqui!

No G+